Verão: 12 dicas para amenizar a sensação térmica

scimoveis

Chega de sufoco! Essas 12 dicas lhe ajudarão a espantar o calor do verão.

 

Não existe época melhor para curtir praias, piscinas, restaurantes, bares, festas, família e amigos do que o verão. Os dias são mais longos, as noites mais curtas e as temperaturas elevadas parecem despertar nossa vivacidade.

Entretanto, por mais que o verão seja recheado de delícias, é comum enfrentarmos alguns dias que estão simplesmente quentes demais – o que pode ser até prejudicial à nossa saúde, ocasionando desidratação, queda da pressão sanguínea e mal-estares em geral.

Como não podemos exercer controle sobre os raios solares e a temperatura, resta-nos tentar combater o calor excessivo da maneira que podemos. Para lhe ajudar nessa tarefa, na sequência você confere 12 dicas para colocar em prática na hora de amenizar a sensação térmica nos dias mais quentes do verão.

1) Mantenha-se hidratado

Mais de 60% do nosso organismo é composto por água. Isso torna evidente que vivenciar episódios de desidratação tem grande efeito negativo no nosso metabolismo e bem-estar. Por isso, não subestime essa questão – quanto mais quentes forem os dias, mais você deve consumir líquidos, preferencialmente água.

2) Use roupas mais leves e claras

É por acaso que, por exemplo, as calças dão espaço para as bermudas no verão? Claro que não, não é mesmo? Pois uma ótima tática para regular a temperatura do corpo em dias quentes é optar por roupas mais leves e arejadas. Além disso, também é uma boa ideia usar aquelas que possuem cores mais claras, talvez até brancas, pois materiais com cores escuras retêm mais calor.

3) Tome mais banhos

Todas as pessoas já passaram por invernos tão frios que tiravam até a vontade de tomar banho. No verão, o contrário acontece, e você deve tirar vantagem desse método para se refrescar mais vezes ao longo do dia. Uma boa ducha de água mais fria e uma troca de roupa podem mudar completamente a maneira com que você está se sentindo no calor.

 

 

4) Proteja-se do sol

Sabemos que é difícil se esconder do sol durante um dia inteiro. Inclusive, boa parte das pessoas faz questão de se bronzear, o que também pode ser saudável. No entanto, exposições prolongadas podem ser prejudiciais à saúde (risco de queimaduras) e certamente não colaboram muito com a sua sensação térmica. Por isso, se for sair, use protetor solar, leve uma sombrinha para fazer sombra, utilize guarda-sol nas praias e evite a exposição em horário de pico (meio-dia).

5) Fique menos tempo na cozinha

Especialmente quem precisa cozinhar para a família sabe o quão quente uma cozinha pode ficar no verão, tendo o fogão aceso, forno ligado e panelas quentes. Com isso em mente, uma outra dica para passar menos calor no verão é tentar ficar menos tempo na cozinha. Procure fazer receitas mais fáceis e rápidas ou que não exijam sua presença do início ao fim – e, claro, aproveite para comer fora de vez em quando!

6) Prefira andares baixos

Uma dica interessante para quem tem casas com dois ou mais andares é preferir ficar nos andares mais baixos. O porquê disso é explicado pela física: o ar quente tem densidade diferente do ar frio, o que faz com que ele suba, diferentemente do ar frio, que desce. Ou seja, pode acontecer que os cômodos no térreo de uma casa sejam mais frescos do que os cômodos no segundo andar, por exemplo.

7) Evite alimentos pesados

Tendo em vista que no verão o seu corpo já vai estar se esforçando mais para manter sua temperatura controlada, tentar facilitar a digestão preferindo alimentos mais leves é uma boa ideia. A ingestão de muitos carboidratos, gorduras e sal exige mais tempo e energia para que a digestão ocorra, tendo como resultado aquela famosa sensação de desconforto, de sentir-se “pesado” e com mais calor durante algumas horas.

8) Evite locais tumultuados

Já percebeu que alguns ambientes climatizados com ar-condicionado, quando vazios ou com poucas pessoas, têm temperatura agradável, mas quando estão lotados ficam quentes e abafados? Isso acontece porque nossos corpos também exalam calor. Logo, quando você está em locais com muitas pessoas, você provavelmente sentirá os efeitos do calor multiplicados. Sendo assim, evite situações tumultuadas e mantenha-se refrescado por mais tempo.

9) Deixe os ambientes ventilados

Em dias quentes, um dos piores agravantes da sensação térmica é a falta de ventos ou de circulação de ar. Mesmo que a temperatura externa esteja alta, você deve manter as janelas abertas para que o fluxo de ar seja constante. Caso contrário, sua casa pode virar uma “caixa térmica”.

 

 

10) Posicione bem seus ventiladores

Se você acha que o seu ventilador não está dando conta do recado, antes de pensar em comprar um novo, maior e mais potente, experimente posicioná-lo em locais diferentes. Pense no seguinte: em casa, você quer que o ar circule o máximo possível, de preferência ajudando na entrada do ar de fora e expulsando o ar quente que está dentro. Assim, colocá-lo em frente a janelas, por exemplo, pode render melhores resultados do que simplesmente na frente de uma parede.

11) Controle o consumo de bebidas com efeito diurético

Complementando nossa dica sobre hidratação, vale a pena não exagerar no consumo de bebidas que possuem efeito diurético, como café, chá, chimarrão e bebidas alcoólicas. Efeito diurético significa aumentar a eliminação de água por meio da urina, ou seja, acelerar sua desidratação, o que consequentemente pode fazer você sentir mais calor.

12) Tenha sempre uma garrafa de água com você

Já ouviu o provérbio “homem prevenido vale por dois”? Pois é. No verão, inclusive, vale a pena lembrar-se dele para que você tenha sempre uma garrafa de água, preferencialmente gelada, para tomar ao longo do dia. Consumir água não apenas hidrata, mas, por ela estar numa temperatura mais baixa, ajuda seu corpo a ficar na temperatura ideal de funcionamento – entre 36 °C e 37 °C.

 

ebook-gratuito