Móveis coloridos: como combiná-los para dar um up na decoração

scimoveis

É muito difícil errar em um cômodo predominantemente branco, cinza ou bege. Afinal, essas cores são consideradas modernas e sofisticadas e permitem uma combinação sem fim de itens. No entanto, optar apenas por essa paleta pode fazer com que os ambientes se transformem em um tanto quanto tediosos ou até impessoais. E esses não são adjetivos interessantes para ter na sua residência, certo?

Por isso, cada vez mais arquitetos e designers de interiores estão aderindo a cômodos com pontos de cor como fator extra de interesse. E muitos deles se apoiam na ideia de móveis coloridos para isso. Especialmente porque essa é uma alternativa mais simples do que pintar paredes e se adequa a todo tipo de decoração: desde as mais românticas até as mais ousadas com pegada industrial.

Uma regrinha básica para colocar móveis coloridos como parte da decoração é garantir que a equação 60 + 30 + 10 se complete. Nela, 60% seriam uma cor predominante: o branco ou o bege das paredes e rodapés, portas e etc., por exemplo. Outros 30% seriam uma cor secundária que já poderia ser algo mais forte como um cinza, um tom de madeira ou até mesmo o preto. E os últimos 10% seriam reservados para uma cor que confira personalidade – um tapete, um sofá, um quadro ou até mesmo uma única parede.

O legal desta tendência é que você não precisa necessariamente adquirir novos itens para transformar a decoração da sua casa. Você pode colorir móveis antigos como cômodas, mesas ou luminárias, trocar o forro do sofá e das poltronas, investir apenas em cadeiras com charme extra ou abusar de objetos de decoração como travesseiros, vasos, flores e bibelôs.

Dicas para não abusar de móveis coloridos e deixar a casa incrível:

1 – Escolha apenas uma cor para brincar no cômodo

Essa é a primeira dica porque também é a mais simples de ser seguida. Escolha um item para ser o protagonista do ambiente – um sofá, uma cortina, uma poltrona grande ou até a bancada da cozinha –  insira uma cor forte nele.

Outra possibilidade é escolher uma cor única e colocá-la em alguns pontos menores do ambiente, como estante, utensílios, luminárias e almofadas. Desta maneira, é possível trocar com mais frequência de cor e não ter de desembolsar grandes valores para isso.

Algumas cores interessantes para isso são as mais fortes como vermelho, amarelo, laranja, azul royal etc.

2 – Se uma cor vibrante parece demais, aposte nas candy colors

Muitas pessoas têm dificuldade para embarcar na tendência dos móveis coloridos porque acreditam que rapidamente irão se incomodar com o tom forte no meio do ambiente. Uma forma de contornar essa situação é apostar em tons pastéis ou em paletas de candy colors – verdes, rosas, amarelos e azuis clarinhos.

Eles podem ser utilizados tanto da mesma maneira que as cores mais vibrantes, em um objeto apenas ou em vários ao longo do cômodo.

3 – Para mais de uma cor, brinque com cores análogas ou contrastantes

Se a proposta é de ousar um pouco mais no uso de cores, uma boa alternativa é focar em uma paleta de cores análogas ou de cores contrastantes. Desse jeito fica mais difícil errar a mão. Por exemplo:

  • Cores contrastantes são aquelas que ficam em opostos da roda de cores. Como amarelo e azul ou laranja e roxo. Elas são ideais para cômodos maiores, onde é possível deixar uma separação maior entre os objetos e ainda não forçar demais a vista.
  • Cores análogas: são aquelas que ficam próximas uma das outras na roda de cores, como vermelho e laranja, azul e violeta, amarelo e verde. Esse tipo de combinação é mais indicado para cômodos onde se relaxa, como é o caso de quartos e salas informais da casa.

4 – Não subestime as flores

Nem sempre a cor de um cômodo precisa ser trazida por um móvel colorido. Ela também pode ser proposta por uma combinação de flores. Um arranjo de flores pode ser o suficiente para trazer luz e muita cor para um cômodo trabalhado nos tons amadeirados ou neutros.

Uma pequena árvore ou canteiro de temperos também podem ser responsáveis pelos pontos de cores a um ambiente.

Veja alguns exemplos de como inserir móveis coloridos na sua decoração

móveis coloridos

 

móveis coloridos

móveis coloridos

móveis coloridos

móveis coloridos

móveis coloridos

móveis coloridos

móveis coloridos

móveis coloridos

 

cta-blog-sc-4-VendaELocacao