Alugar ou comprar um imóvel: qual é a melhor alternativa?

scimoveis

Se você perguntar a uma pessoa mais conservadora é provável que a dúvida sobre se é melhor alugar ou comprar um imóvel nem apareça. Isso porque o sonho da casa própria faz parte do nosso imaginário popular como brasileiros e traz consigo a ideia de sonhos, expectativas e, acima de tudo, segurança.

No entanto, especialistas em finanças pessoais não seriam tão rápidos em apontar a compra de um imóvel como a melhor opção em 100% dos casos. Em algumas situações, pagar o aluguel e investir a diferença do valor do financiamento pode ser mais rentável a médio prazo.

Além disso, colocar na balança qual é o momento atual da sua vida também é fundamental para avaliar se é melhor alugar ou comprar um imóvel.

Vantagens de alugar um imóvel:

– Facilidade de mudar de endereço. Especialmente no início da vida profissional, as mudanças de emprego são mais constantes e há ainda o desejo de morar fora do país. Nesses casos, os imóveis de aluguel são interessantes justamente por essa mobilidade.

– Exige um investimento menor. Comprar um imóvel não é apenas pagar as prestações. Há também a compra dos móveis, reformas e manutenções, taxas de transferência de bens ou de rateios do condomínio e até o aumento no Imposto de Renda para serem avaliados. Todos esses valores podem pesar muito no seu orçamento caso você não tenha uma boa folga.

– Contratos mais curtos. Em momentos de crise financeira – ou quando a sua renda não é tão fixa – é valioso ter um contrato mais curto. Desta maneira, no momento em que o reajuste do aluguel vir e ele for muito pesado, é possível se mudar. Tudo isso sem a pressão de um contrato de três décadas com bancos.

Vantagens de comprar um imóvel:

– Liberdade de reformar. Quando se é dono do próprio espaço, o céu (e as regras do condomínio) são o limite para reformas e repaginações em um imóvel. Quebra de paredes, colocação de móveis planejados e mudanças em azulejos – tudo está em jogo.

– Criação de patrimônio. Enquanto você está morando no apartamento, ele não pode ser considerado um investimento porque não está gerando lucro para você. No entanto, ele é, sim, um passo importante para se juntar um patrimônio que pode deixar a sua vida financeira futura bem mais tranquila.

– Valorização. Um imóvel se valoriza em média 6% ao ano. Por se tratar de um valor alto e um prazo grande até que ele seja vendido, o retorno financeiro pode ser bem superior a outros investimentos seguros. No entanto, apesar de menos comum, também pode haver uma desvalorização da área que afete também o seu imóvel.

– Tarifas fixas. O aluguel é reajustado anualmente de acordo com o IGP-M e IPCA etc. Mas após um período de tempo, o proprietário pode querer renegociar o preço do aluguel e aumentá-lo. No caso de um financiamento bancário, os valores não serão reajustados além dos juros que você já está ciente no momento de assinatura do contrato.

Como calcular se é melhor financeiramente alugar ou comprar um imóvel?

As vantagens que comentamos até agora são pontos mais ligados ao momento de vida em que você se encontra. Mas falando estritamente de cifras, o pensamento é outro na hora de optar por alugar ou comprar um imóvel.

O economista e comentarista da GloboNews, Dony de Nuccio explicou em seu programa uma fórmula simples para saber se financeiramente vale mais a pena alugar ou comprar um imóvel.

Se você tem dinheiro para comprar à vista um apartamento, descubra qual é a taxa de aluguel do imóvel (valor do aluguel/valor do imóvel e multiplicar por 100). Se a taxa de aluguel for maior do que o rendimento de aplicações conservadoras como o CBD, tesouro direto, poupança etc., vale mais a pena comprar o imóvel. Por exemplo: se o valor do aluguel é de R$ 2 mil e o do imóvel é R$ 500 mil, a taxa de aluguel será de 0,4% ao mês. No Tesouro Selic, a taxa é de 13% ao ano.

Agora, se você só tem o dinheiro para uma pequena entrada, o cálculo deve ser feito entre a taxa de aluguel e o Custo Efetivo Total do Financiamento. O seu banco ou agente de crédito é obrigado a lhe informar esse valor. Se a taxa do aluguel for maior do que a do CETF, vale a pena comprar.

A ideia aqui é que em vez de pagar os juros do financiamento (que podem fazer você desembolsar três vezes o valor inicial do imóvel), você estará deixando o seu dinheiro render. Em alguns casos é possível comprar um imóvel pagando metade do valor total de um financiamento e em prazos mais curtos.

cta-blog-sc-4-VendaELocacao